O medo e a morte

cruz

O medo

A morte

O medo da morte

O medo do depois da morte

O medo depois da morte

O medo do medo da morte

O medo do medo do depois da morte

O medo do medo depois da morte

O medo da morte

O medo do medo

A morte da morte

O medo

A morte


Tags: ,

Uma resposta to “O medo e a morte”

  1. Dimitri Says:

    Acho muito interessante esse trechinho de uma entrevista do profº Luiz Pondé da PUC-SP. Um abraço!
    “Podemos pensar como Pascal, apostar que Deus não existe. Mas, se Ele existir e a gente não tiver feito nada do que Ele queria, vamos encarar uma eternidade de problemas. Contudo, independentemente das nossas apostas, talvez Deus exista. No fundo, é essa a variável que paira o tempo inteiro sobre nossas cabeças. Deus é uma variável sem controle epistemológico. A única teoria que ousa enfrentar isso é o darwinismo, mas não explica como surgiu a matéria que acabou depois evoluindo. Dito isso, chegamos ao seguinte ponto: o ser humano está em constante pânico com relação ao sentido da vida. Não sabe de onde veio, nem para onde vai. A gente está morrendo aos poucos, a gente vai se frustrando, e no final, vamos virar pó. Eis o problema. Você pode ser marxista, capitalista, moderno, antigo, heterossexual, homossexual, corintiano, não faz diferença, é um problema. É claro que, com bons médicos, hospitais e postos de saúde, poderemos viver mais. Mas isso não resolve, porque o ser humano é um animal cuja consciência determina o próprio sofrimento.”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: