A nossa querida Faixa de Gaza

Massacres nós já estamos acostumados a ver, quando não somos suas vítimas diretas. Assim, por exemplo, me espantou o recente levante juvenil na Grécia, cujo estopim foi o assassinato de um jovem por forças policiais. Se imitássemos os gregos por aqui, o país entraria em colapso total. Em um mês, a PM paulista chega a matar 101 pessoas – média que faz Israel parecer o guardião da paz no (em andamento) Massacre de Gaza. Em uma breve clicada no Google a partir da expressão “violência no Brasil” ficamos sabendo que “de 11 países, Brasil é campeão em mortes violentas, diz estudo – Entre 2002 e 2003, violência foi causa de morte em 4,69% dos casos, o dobro do México, Índia e África do Sul”. Mais: “segundo a pesquisa, foram mortas 50.980 pessoas em 2003. Em 2004, o número caiu para 48.374, indo para 47.578 em 2005 e 46.660 em 2006 – queda de 5,3% de 2003 para 2004, de 2,8% de 2004 para 2005 e de 1,8% de 2005 para 2006.” Devemos comemorar a queda no índice? Somem o número de mortos apenas nestes quatro anos indicados. Agora se lembrem de que os Estados Unidos sofreram cerca de 292.000 baixas na Segunda Guerra Mundial. E “na década de 1990, as armas de fogo foram responsáveis por 265.975 mortes” no Brasil. Nós, brasileiros, morremos como moscas. Na minha visão, deveríamos pensar mais em construir cemitérios e deixar de lado, ainda que momentaneamente, a discussão acerca do futuro da previdência e da seguridade social – inúteis em um país em que a expectativa é de que o jovem executado crie problemas aos familiares ao morrer devido aos altos custos com serviço funerário. Sugestão: lançamento do programa Caixão Zero – serviços funerários custeados pelo Estado (o mesmo Estado que executa os cidadãos através da presença da PM ou da ausência da PM). O mais engraçado de tudo isto (atrevo-me a dizer que isso é engraçado) é que esse post deveria ser sobre o Massacre de Gaza. Mas fiquemos por aqui. Um massacre de cada vez.

Tags: , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: