Nada de Freud, quem explica são Deleuze e Lacan

Em primeiro lugar, os eventos singularidades correspondem a séries heterogêneas, organizadas num sistema que não é instável nem estável, mas metaestável, dotado de uma energia potencial na qual se distribuem as diferenças entre as séries. Em segundo lugar, as singularidades possuem um processo de auto-unificação sempre móvel e deslocado, na medida em que um elemento paradoxal atravessa as séries e as faz ressoarem, envolvendo os pontos singulares correspondentes num único ponto aleatório e todas as emissões, todos os lances de dados, numa única jogada.

                                                                               Gilles Deleuze

Soma-se a explicação de Jacques Lacan:

S (Significante)
——————  = s (o dito), com S = (-1), produz: s = √-1
s (Significado)

.
Pronto. Não preciso dizer mais nada.

Tags: ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: